segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Quando os homens rezam


Achei lindo o resumo da pregação do Sandro Arquejada sobre o Terço do Homens e partilho com vocês aqui.

Quando os homens rezam 
 
O que acontece quando os homens rezam? Talvez você que está aqui desejaria que seu marido, ou seu filho fosse mais de oração, porque temos certeza dos benefícios que a oração trazem para a nossa vida. O terço dos homens é uma iniciativa própria de Nossa Senhora. No Brasil temos indícios desses acontecimento desde o início da escravatura. Dom Gil está a frente de todo a movimentação dos homens que rezam o terço no Brasil e o Eto que começou a rezar conosco aqui na Canção Nova.

Uma característica dos terços dos homem: não tem palestras, não tem missa, acabou o terço eles vão embora. E o bonito que em todos os lugares ouço testemunho: “Larguei do alcoolismo”, “mudei de vida”, e não tem missa, mas só pelo fato de rezarem, muitos dizem: “Não tem como eu continuar indo no terço dos homens se estou adulterando.” Eles mesmos percebem aquilo que não é de Deus. Voltam para a Santa Missa, voltam para a confissão.

As nossas famílias precisam de Deus. O Terço dos homens é um socorro de Nossa Senhora para os homens em nossos tempos. Muitas vezes pensamos: Como tantas mulheres na Igreja. Cadê os homens?”

A sociedade tem passado cada vez mais por dificuldades. Tem passado por uma crise de paternidade. O homem não sabe mais o seu lugar, não sabe mais qual o seu papel. E quantas mulheres tem assumido o papel dos homens porque a os homens não o tem assumido.

Desde da época da caverna, o homem já era diferente, se desenvolveu diferente. A mulher enquanto ficava na caverna para não deixar o fogo apagar, o homem saia para caçar. A mulher foi adquirindo uma visão periférica; e um ser sensível, porque tinha que cuidar dos filhos. O homem saia para caçar, para buscar o sustento e teve que perceber outras noções, como a caça, por isso o homem é mais objetivo, porque o homem foi estabelecendo um senso de localização. O homem foi ficando mais racional, e a mulher mais sensitiva.

Papa João Paulo II vai dizer  na teologia do corpo, que a mulher desempenha a maternidade e o homem a paternidade. A mãe, a celibatária, mesmo a freira, tem o dom de ser mãe, de cuidar espiritualmente, de perceber o que a pessoa está passando. A paternidade é diferente. Deus fez o homem para conduzir, para ser o ponto de referência da mulher.

A mulher quer se apegar, quer cuidar. O pai da estímulo. E a gente vê hoje essa falta de paternidade, tantos adultos mal acabados. O homem é aquele que diz : “Vai você consegue!” Nós homens, mesmo o solteiros, somos chamados a trazer para fora as qualidades. A mulher entende mais o interior, por exemplo, se o filho está apaixonado, ela percebe logo. Já o pai é mais externo.

Jesus aprende uma profissão com o seu pai, e sempre diziam: “O filho do carpinteiro”. Quando eu era ainda criança, minha mãe e eu rezávamos o terço perto do fogão de lenha, ali nos educava com amor. Já meu pai me ensinou a nadar, dirigir, trabalhar.

É você pai que vai ensinar o seu filho a ser filho. A mãe é aquela que nos ensina a espiritualidade.

Deus disse para Eva: “O teus desejos te arrastarão para o seu marido!” A mulher precisa viver o seu interior, a sua sensibilidade. A Adão Deus disse: “Você irá comer com o suor do seu próprio rosto”. O pai é aquele que vai a luta, que proteje.

Interessante que um autor disse assim: Os pais antigos eram autoritários,e o pai de hoje são mandados pelos seus filhos.

A gente vem de uma época para que muito coisa, fosse disvirtuada. Depois do pós guerra, muitos imigrantes vieram para cá, e muitos ficaram com primeiro a obrigação e depois lazer. Mas muitos se rebelaram. Foi dai que surgiu a a rebelião do sexo e o estímulo das pirúlas. Se dizia: “Faça o que quiser com o seu corpo. E os filhos dessa revolução, já pensavam na comodidade. E assim foi construída essa geração. Os filhos desses tinha liberdade, tinha bens e serviços. Mas é uma geraçaõ que não tem a presença dos pais. E aquilo que foi alimentando lá na década de 60, é o que permanece hoje. As pessoas tem tudo, mas os filhos estão sem pais, e as famílias estão cada vez mais destruídas.

A classe média hoje é considerada, uma classe feminista, e o homem foi ficando de lado. Ensinaram ao homem dessa sociedade hoje, trabalho e trabalho. Só se pensa nos bens materiáis que vão dar aos seus filhos. Os homens encontram-se frustrados. Onde está o homem moderno? Se afundando.

Homem de Deus, onde você tem se gastado? Onde tem usado os seus dons? Sua força? Onde você tem colocado suas frustrações?

Se você quer ser feliz: seja como São José! Seja um homem trabalhador, que dá o exemplo do trabalho. Como faz bem para o filho ver o pai lavando um carro, consertando algo, mas claro podemos fazer muitas outras coisas. Por isso que a juventude hoje não quer saber de trabalhar, porque os pais não estimularam seus filhos ao trabalho.

Seja honesto. Homem de Deus, seja uma pessoa honesta. Seja um homem íntegro. Dentro da sua casa, com sua esposa. Se você prometeu cumpra.

Homem de Deus, é esse o papel de dentro da sociedade, um homem que cuida dos seus. A sua esposa merece o seu amor. Nos dias de hoje Nossa Senhora tem chamado de volta os homens. A Mãe é, muitas vezes ,esse elo de ligação de ponte em casa. A Virgem Maria também é este elo entre nós e Deus.

Não há problema de ordem espiritual e racional que Maria não possa te ajudar. Junte a sua família para rezar, pelo menos um terço por dia. Seja lá o que você tem vivido, se você começar a rezar um terço todos os dias, muita coisa vai mudar! Se espelhe em São José, mas deixe Nossa Senhora cuidar de você!
 

Transcrição e adaptação: Jakeline Megda D'Onofrio.
--------------------------------------------------------------

Sandro Arquejada
Missionário da Comunidade Canção Nova
Fonte: http://www.cancaonova.com/portal/canais/eventos/novoeventos/cobertura.php?cod=2941&pre=8371&tit=Quando%20os%20homens%20rezam

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

O que li em 2015



Este ano foi bem agitado com a rotina puxada que meu filho mais velho, João, teve por conta de um curso preparatório. Infelizmente, ele não atingiu o objetivo. Snif!

Eu realmente vivi uma ano de total dedicação a ele, e com isso, não li tanto quanto eu gostaria, afinal depois de um dia puxado com a rotina dos filhos + a vida de dona de casa, eu estava sempre muito cansada. Sem contar que comecei a ajudar na minha paróquia, o que ocupou mais meu tempo ainda.

Depois do meio do ano, não sei como, tomei um novo gás e li mais do que na primeira metade do ano de 2015. Claro que quando eu comecei essa coisa de blog, eu lia muito mais, afinal tinha empregada, que dormia, etc. Ou seja, tinha tempo! Hoje, não é assim, mas mesmo assim... foram 20 livros!! Muito mais que a média brasileira!!  Pra mim, está ótimo! Li Romance, biografias, infanto-juvenis, enfim... um pouco de muita coisa. Mas minha fila continua infinitamente grande!

No entanto, a meta para 2016 é bem mais ambiciosa!!

Então, segue minha listinha de 2015:

  • 20- Encontros - Pierre Van Der Meer Walcheren
  • 19- Terra de Histórias - O Alerta dos Irmãos Grimm - Chris Colfer
  • 18- O Brasil tem cura - Rachel Sheherazade
  • 17- Deus e os Homens - Pierre Van Der Meer De Walcheren
  • 16- Terra de Histórias 2 - O Retorno da Feiticeira - Chris Colfer
  • 15- Terra de Histórias 1 - O Feitiço do Desejo - Chris Colfer (relido)
  • 14- Millenium IV - A Garota na Teia de Aranha - David Lagercrantz
  • 13- Sobre a Escrita - Stephen King
  • 12- Infiel - Ayaan Hirsi Ali
  • 11- Véperas - Adriana Lunardi
  • 10- Criaturas de um dia - Irvin D. Yalom
  • 9- As Mulheres de Terça-feira - Monika Peetz
  • 8- O poder do Habito - Charles Duhigg
  • 7- A bibliotecária de Auschwitz - Antonio G. Iturbe
  • 6- Tudo que um Geek deve saber - Ethan Gilsdorf
  • 5- Os paradoxos do Cristianismo - G. K. Chesterton
  • 4- Santa Teresa de Jesus - Mestra de vida Esiritual - Frei Gabriel de S. Maria Madalena
  • 3- A busca de Deus e questionamentos sobre o sentido - V. Frankl e Pinchas Lapide
  • 2- O Labirinto dos Ossos - Rick Riordan
  • 1- Mitos sobre o Matrimônio - Robson Oliveira
Um Feliz 2016! Com muita saúde, paz, fé e muitas leituras!!

 

Estamos de mudança...



Oi amigos! Quanto tempo!!

Bom, cuidar de um blog já é difícil! De dois então....

Por isso, vou ficar só com um blog, que está no ar desde 2014. Algumas postagens são as mesmas. Os comentários, sinceramente não sei como copiar! Mas tudo o que eu conseguir levar daqui, com certeza estará lá!

Então, fiquem a vontade para visitar-nos lá no: Mistura Com Classe

Este ainda ficará no ar por um tempinho, até eu fazer toda a mudança. Depois.... Bye, bye!!

Bjo no coração

Feliz 2016!

Litteras et Fidem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Copyright 2014 Litteras et Fidem: Janeiro 2016 . Personalizado por Meri Pellens . Tecnologia do Blogger.
*Proibido cópia sem autorização da autora. Plágio é crime previsto por lei.*